Feedback: como fazer e como receber críticas construtivas

Os retornos positivos e corretivos tem o objetivo de ajudar e contribuir para o desenvolvimento profissional

O feedback é essencial para identificar as habilidades que mais se destacam no colaborador e precisam ser melhoradas. As empresas que tem essa cultura tendem a formar uma equipe mais harmoniosa, dando a chance do profissional se conhecer, crescer e desenvolver suas capacidades.

Pode ser feito para corrigir uma atitude, comportamentos inadequados e até mesmo para elogiar como forma de incentivo. Escutar elogio é sempre bom, portanto se não tem nenhuma crítica ao colaborador, o feedback positivo também é sempre muito bem vindo.

Quando feito da forma correta, o feedback pode aumentar consideravelmente o desempenho do profissional. Para que a prática tenha sucesso, os dois lados devem saber lidar com as críticas construtivas, tanto fazer quanto receber. Por isso separamos algumas dicas para que essa medida faça parte das suas tarefas.

Como dar o feedback

  • Escolha o momento certo

O feedback nunca pode ser feito em público. Escolha um local adequado para que possam ter uma conversa em particular, sem tensão e sem interrupções. A crítica construtiva sobre um trabalho deve ser feita logo com objetividade e transparência, evitando ruídos na comunicação.

  • Saiba usar as palavras e como

A palavra crítica por si só já não é amigável e geralmente as pessoas não gostam de ouvir. Por isso ensaie cada palavra e faça um roteiro para a conversa. As críticas positivas e construtivas podem andar juntas. Antes de expor a sua opinião e apontar os comportamentos inadequados, elogie e reconheça o trabalho do seu colaborador, cite exemplos, e o incentive a continuar progredindo e agradeça pelo trabalho. Lembre que a crítica é construtiva, para que o profissional faça um trabalho cada vez melhor. Use um tom de conversa normal e mostre a sua ideia para melhorar o desempenho do colaborador.

  • Também seja o ouvinte

Lembre-se que é uma conversa e é importante ouvir os dois lados. Por isso ouça o que a pessoa que recebe o feedback também tem a dizer. Pode ser uma troca bacana de experiências e conhecimento, além de escutar sobre o desenvolvimento do trabalho que você colocou em pauta por quem o executou. Faça perguntas estratégicas para saber o que o profissional pensa e torne a conversa agradável e positiva.

  • Certifique-se que a sua crítica construtiva é relevante

Não faça suposições. Busque saber o que realmente aconteceu para dar exemplos precisos com dados. Saiba o porquê e o objetivo do feedback. Tenha claramente especificado se a crítica é para melhorar resultados, desempenho, postura, conduta, atitudes.

Leia também: Como manter o rendimento e o ritmo das entregas trabalhando em casa

Como receber o feedback

  • Ouça com atenção

Ouça o feedback com atenção e não interrompa. Não seja negativo e tente enxergar as críticas de uma forma positiva. São construtivas, para você melhorar e progredir. São opiniões que podem mudar o seu trabalho individual e em equipe, ajudando a desenvolver as atividades da melhor forma.

  • Expresse sua opinião

É uma conversa sobre você, por isso a pessoa também espera saber a sua opinião. Não seja rude, estão todos do mesmo lado trabalhando pelo bem da empresa. Diga o que você acha do feedback e o que realmente acha que pode melhorar e as suas atitudes dali para frente. Se tiver ideias para agregar ao seu trabalho, esse é o momento.

  • Seja profissional

Não leve as críticas construtivas para o lado pessoal. Lembre-se, elas são construtivas e tem como objetivo te ajudar a melhorar o desempenho no trabalho. Na correria do dia a dia com a rotina atarefada, às vezes desenvolvemos nossas atividades no automático, não percebendo os mínimos detalhes que podem mudar e aumentar a nossa produção ou tornar as atividades mais eficazes.

  • Avalie a crítica consigo mesmo

Pense sobre a crítica construtiva e como isso pode ajudar você como profissional e pessoa. Ouvir quem está de fora pode ser bem mais interessante o do que imagina. Analise suas atividades, seus objetivos e busque adaptar as críticas ao seu trabalho. Idealize metas, alcance resultados e veja como o seu desenvolvimento na empresa pode ser melhorado. Crie novos hábitos, trabalhe em você e evolua profissionalmente.

Confira mais dicas para se manter atualizado e conquistar vagas no mercado acompanhando o blog do Eu Quero