10 coisas para não falar em uma entrevista de emprego

10 coisas para não falar em uma entrevista de emprego

Quem nunca ficou ansioso por uma entrevista de emprego, que atire o primeiro currículo. Aqui no Eu Quero SC você acha várias dicas de como se preparar e se comportar na entrevista de emprego, como montar um currículo e muitos outros temas relacionados a essa tão temida situação.

Agora é a vez de saber o que não falar na entrevista de emprego. Sabemos que o nervosismo é inevitável e pode aumentar as chances de cometer erros. Alguns assuntos e frases diminuem as chances de entrar no mercado de trabalho e por isso, devem ser evitados. 

Você pode achar alguns assuntos meio óbvios, mas não conte vitória antes do tempo. Na hora do nervosismo se falar o que não deve, a sua chance de conseguir a vaga pode ir por água abaixo. Por isso, anote essas dicas para lembrar e não deixar passar boas oportunidades.

  • Falar mal do antigo empregador

Não se deve falar mal da empresa e do chefe atual ou anterior. Isto é antiético e o recrutador acha que você também vai falar mal da empresa dele um dia. Você pode citar alguns pontos de insatisfações em outra experiência de emprego, mas não deve denegrir a imagem de outra empresa na entrevista de emprego.

  • Faltar com a verdade

Sempre fale a verdade sobre suas experiências e habilidades profissionais. Não minta sobre datas e períodos que trabalhou em outras empresas e sobre o seu conhecimento.

“Às vezes no próprio decorrer da entrevista pegamos as mentiras, quando perguntamos sobre as habilidades. E também podemos submeter o candidato a uma prova técnica ou prática, então antes ou depois vamos descobrir a mentira”, conta a gerente de RH da Schaefer Yachts, Letícia Polli dos Anjos.

  • “Eu fiz isso e aquilo”

Não se vanglorie muito, pois sempre tem uma equipe por trás dos processos. Claro que você pode citar projetos que implantou, resultados que alcançou, mas em alguns momentos tente falar como equipe, como “Nós fizemos” “A equipe trabalhou para”.

  • Não use gírias e fale palavrões

Parece básico, mas acontece. Não use gírias ou fale palavrões.

“A questão da linguagem é muito importante dependendo da vaga que está se candidatando. Também ser formal ao extremo às vezes não legal. Deve-se usar uma linguagem dentro do contexto da empresa, que pode ter uma cultura mais jovem ou ser mais conservadora. O candidato pode analisar a empresa e a vaga para usar uma linguagem adequada, mas de qualquer forma não usar gírias ou falar palavrões”, explica a psicóloga Letícia Polli dos Anjos.

  • Não crie intimidade com o entrevistador

Não crie um clima de intimidade onde não existe. Não chame o recrutador de apelidos do próprio nome e muito menos de “querida”, “amiga” ou “amor”, por exemplo. Chame pelo nome e não tente sair da entrevista de emprego com uma nova amizade.

  • Não passe informações confidenciais

Não fale sobre as informações confidenciais de outras empresas, como financeiras ou de processo produtivo, por exemplo. São dados internos e que não devem ser passados para frente. Você passará a impressão de uma pessoa não confiável.

A gerente de RH Letícia Polli dos Anjos, cita um exemplo onde você pode contar o motivo da demissão, sem denegrir a imagem da empresa ou contar informações confidenciais. “Falar que foi desligado porque a empresa financeiramente não estava bem e estava reduzindo o quadro, tudo bem. Mas falar detalhes sobre informações que não podem ser repassadas adiante, percebemos que a pessoa não tem uma conduta ética”.

  • Não faça perguntas sobre a empresa que você pode facilmente achar na internet

Você pode enviar currículo para várias empresas ao mesmo tempo, mas quando for chamado para uma entrevista, certifique-se de estudar sobre ela. Não faça perguntas básicas como “O que a empresa faz?”, por exemplo. Isto mostra que você não pesquisou sobre a empresa antes e poderia facilmente ter achado em uma pesquisa na internet. Procure saber sobre a história de empresa e o seu cargo, isto mostra interesse da sua parte.

  • “Não me lembro” / “Não sei”

Estude o seu currículo para responder todas as perguntas do entrevistador com clareza e certeza. 

“Quando a pessoa tem a carreira longa, às vezes não lembra o que fez anos atrás. É importante que lembre das datas, o que fez e as empresas que trabalhou. Não lembrar a ordem deixa a entrevista confusa, não conseguimos ver uma trajetória na linha do tempo do candidato. A pessoa deve ir com tudo muito claro para a entrevista”, conta Letícia.

  • “Não gosto”

Não seja negativo e enfático dizendo que não gosta de alguma coisa. Esteja aberto para aprender e viver novas experiências. Desta forma, o entrevistador vai achar que você terá dificuldades com o novo emprego.

  • Discutir sobre salário ou folgas

Apenas fale em dinheiro e folgas quando o recrutador falar no assunto. 

Quer mudar de carreira ou começar a trabalhar com vendas? Acesse a página de vagas do Eu Quero e comece já a mudar o seu futuro.