Dicas para recrutar um bom profissional para uma área diferente da sua

Descubra como escolher o candidato ideal mesmo não sendo especialista na área

As empresas estão cada vez mais exigentes ao recrutar bons profissionais. Por outro lado, os candidatos também estão rigorosos ao escolher a empresa que irão se desenvolver. Por isso, é indispensável que a organização seja responsável e que valorize seus funcionários. 

Em um mercado de extrema competitividade, a diferenciação das organizações depende também do planejamento e gestão estratégica de pessoas. Pois, quando o processo de recrutamento e seleção não é estruturado adequadamente e de maneira alinhada aos objetivos organizacionais, há gastos desnecessários de tempo e dinheiro.

A gestão de pessoas entra, então, com o objetivo de atrair e manter talentos para a equipe. Mas essa não é uma tarefa fácil. A dificuldade começa em identificar a pessoa certa para a função certa. A ideia é que as experiências e habilidades do candidato sejam aproveitadas da melhor forma possível. 

Só que, o que já é desafiador torna-se ainda mais difícil quando a seleção dos candidatos não é feita por um especialista na área da vaga a ser preenchida, já que a dificuldade é maior na hora de avaliar pontos como conhecimento e potencial para o cargo. Por isso, alguns cuidados devem ser tomados.

Para escolher o candidato ideal

O profissional responsável por essa tarefa deve conhecer minuciosamente a empresa e o cargo disponível, só assim conseguirá mapear o melhor perfil profissional para a vaga e para complementar a equipe.

Por isso, o primeiro passo para iniciar o processo de contratação, sem cometer nenhum deslize, é entender melhor sobre o que a sua empresa faz e o que ela está projetando para os próximos anos.

Busque conhecer o mercado no qual ela está inserida, analisando os seus concorrentes e o que estão buscando em suas contratações. Levantar informações como essas, permite que você compreenda melhor as competências exigidas para a vaga e encontre os profissionais com os perfis mais adequados.

A tarefa de recrutar pode até parecer uma das mais fáceis do processo seletivo. Afinal, sempre há alguém querendo trabalhar. Mas o seu grande desafio está em realizar uma divulgação efetiva que possibilite atrair os melhores profissionais para aquela vaga.

Com a tecnologia cada dia mais avançada, hoje, as vagas são preenchidas em tempo recorde. Com a ajuda de ferramentas específicas as informações chegam muito mais rápido a todos. Existem sites próprios para essa tarefa e até redes sociais que funcionam como um “currículo online” do candidato. Use essas inovações para facilitar o processo.

Depois de efetuado o recrutamento, o próximo passo é selecionar os profissionais que se destacaram, ou seja, aqueles que aparentemente estão mais próximos às necessidades do cargo.

Seleção

Para quem não é da mesma área da vaga a ser preenchida, o mais indicado para avaliar os conhecimentos do candidato é aplicar testes técnicos como uma das etapas do processo de seleção. A dica é buscar a ajuda de especialistas para realizar esta tarefa.

É muito comum ouvir algo semelhante à frase “contrate caráter, treine habilidades”. Essa expressão é ainda mais verdadeira quando transformada em “contrate perfil comportamental, treine habilidades”. Isso porque é mais fácil ensinar processos técnicos do que moldar personalidade ou caráter nas pessoas. Desse modo, recomendamos que você tenha definido o perfil comportamental mais adequado para a vaga a ser ocupada.

Atrair os profissionais que estão alinhados à cultura da empresa é outro ponto importante e que requer atenção. Os funcionários precisam sentir que fazem parte daquela organização. Quanto mais alinhados forem, maiores serão as chances de se engajarem e darem o seu melhor.

Por fim, é imprescindível que todos que conduzirão o processo seletivo estejam muito bem informados quanto às necessidades da vaga e, consequentemente, seguros para fazer a escolha correta.

Para saber onde procurar vagas de emprego em Santa Catarina, acesse o Eu Quero. SC