Conquistar vaga de trabalho é primeiro passo para independência financeira feminina; saiba como alcançar a sua

A pandemia agravou o desemprego entre as mulheres. No terceiro trimestre de 2020, a participação delas no mercado de trabalho estava em apenas 45,8%, menor número desde 1990, segundo o Ipea. Para muitas, isso acarreta na dependência financeira em relação aos seus parceiros, o que pode levar a uma situação de submissão.

De acordo com uma reportagem divulgada pelo Jornal Nacional em 2019, a cada quatro mulheres que sofrem violência doméstica, uma não denuncia o agressor porque depende financeiramente dele.

Portanto, conquistar a independência financeira é um importante passo para sair de uma relação que muitas vezes pode ser tóxica e violenta. Por isso, a busca por um emprego é o início de um caminho que leva à autonomia feminina e o Eu Quero SC pode te ajudar com isso.

Você já sabe como escrever um bom currículo? Como realizar uma entrevista de emprego? Siga as nossas dicas para obter bons resultados na sua procura e sair da dependência financeira.

1. Prepare um bom currículo

O currículo geralmente é o primeiro contato do recrutador com você. Nele, você deve descrever de forma clara e objetiva qual função busca, quais suas experiências profissionais anteriores e sua formação.

De acordo com um levantamento realizado pela Catho, 30% dos recrutadores demoram em média de 6 a 10 segundos para descartar um currículo. Portanto, é de seu interesse que o documento seja breve mas consistente.

Não esqueça de informar seus dados pessoais como nome completo, idade, telefone, e-mail e redes sociais, já que, apesar de não fazerem parte do currículo formalmente, os recrutadores ficam atentos aos perfis do candidato na internet. Portanto, esteja ciente do impacto de suas publicações. 

Lembre-se de elencar tanto a sua formação quanto suas experiências da mais recente para a mais antiga. Se você não possui experiência profissional, pode listar habilidades, interesses relacionados à vaga e fazer uma breve introdução sobre você e seus objetivos. 

Quer evitar erros na hora de construir seu currículo? Clique e conheça as 7 maiores falhas na hora de compor seu CV. 

2. Procure uma vaga de trabalho

A tecnologia funciona a seu favor e pode ajudar a conectar você a uma vaga. Sites como o Eu Quero SC e redes sociais profissionais como o Linked In são uma boa alternativa para encontrar vagas sem precisar distribuir currículos de porta em porta.  

No Eu Quero SC, você pode filtrar as oportunidades pela sua localização e em 19 categorias profissionais. 

É importante que você crie uma rotina na busca por emprego e reserve algumas horas do seu dia para isso. Nesse tempo você pode pesquisar por vagas, garantir que o seu currículo tem todas as informações exigidas, pensar numa boa construção de e-mail para enviar seu CV e até mesmo refletir sobre o tipo de função que quer desempenhar. 

Antes de aplicar para a vaga que deseja, leia com atenção todos os pré-requisitos e garanta que você cumpre todas as exigências antes de contatar a empresa. Saiba o que você precisa fazer antes de se candidatar clicando aqui.

É comum que demore para que o empregador entre em contato com você e é possível que esse momento não ocorra em algumas candidaturas. Portanto, mantenha a persistência, mas não se cobre demais. Durante todo o processo, cuide da sua saúde física e mental, reconheça seus esforços e mantenha seu objetivo de ser independente: um caminho difícil mas muito gratificante. 

3. Prepare-se para entrevista

Se você foi chamada para uma entrevista, quer dizer que está no caminho certo! Se gostaram do que você apresentou no seu currículo, esse é o momento de sustentar o que foi colocado no papel. 

Provavelmente o recrutador já sabe um pouco sobre as suas experiências profissionais nesta fase, então, este é o momento em que a empresa busca saber um pouco mais sobre a sua personalidade e como lida com o trabalho no dia a dia.

Com uma entrevista marcada, o nervosismo toma conta, ainda mais quando a candidata está afastada do universo profissional há um tempo. No entanto, a chave para ter uma boa conversa com o recrutador, é a calma e a sinceridade. A contratação deve ser um bom negócio para ambos e você pode aproveitar a reunião para tirar suas dúvidas sobre a vaga e sobre a empresa, mas fique atento ao que não falar em uma entrevista de emprego.

4. Mantenha o controle dos seus gastos

Antes mesmo de conseguir a vaga, crie uma planilha de organização dos seus gastos. Saiba quanto vai pagar por mês em despesas fixas como aluguel, conta de luz e alimentação. Especule também uma margem para gastos frequentes e adicionais. 

Para isso, você pode usar uma planilha no Excel ou Google Sheets para monitorar todos os seus gastos. Se preferir, também pode utilizar uma agenda e fazer tudo manualmente, o importante é que você tenha onde conferir suas despesas.

Por muito tempo, as mulheres foram excluídas do mercado de trabalho e, por isso, a independência financeira feminina não ocorre do dia para a noite, é um caminho que pode ser longo. No entanto, o resultado desse processo pode mudar e salvar vidas além de dar mais autonomia e liberdade de escolha em relação ao futuro.

Além disso, lembre-se que violência doméstica é crime e pode ser denunciada na Central de Atendimento à Mulher. O número é 180 e o serviço funciona em todo o Brasil.